Related »

Abutres ‘gays’ se tornam pais com ‘ovo de aluguel’ em zoológico na Holanda

on junho 3 | em Fauna na Mídia, FIQUE POR DENTRO | by | with No Comments

Ovo abandonado foi colocado em ninho do casal e, surpreendentemente, chocado

Ovo abandonado foi colocado em ninho do casal e, surpreendentemente, chocado

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Dois abutres gays machos se tornaram pais depois de conseguirem chocar um ovo com sucesso, informou um zoológico na Holanda. Funcionários do zoológico Artis, no centro de Amsterdã, colocaram um ovo abandonado no ninho do casal de abutres-fouveiros. Surpreendentemente, os animais o chocaram por meses. O tratador Job van Tol disse que os dois pais são “um casal muito unido” e estão exercendo a paternidade de “maneira perfeita”.

“Eles estão conosco faz alguns anos. Eles construíram um ninho juntos, criaram um vínculo muito forte e acasalaram”, disse ele à BBC. “Mas, sendo machos, a única coisa que eles não conseguem é colocar um ovo”, acrescentou. Quando os funcionários descobriram um ovo abandonado que nenhum dos abutres queria adotar, pensaram em recorrer a uma incubadora.Mas depois mudaram de ideia e decidiram colocá-lo no ninho do casal.

“Foi um pouco arriscado, já que não tínhamos garantia de sucesso, mas pensamos que essa era justamente a nossa chance”, disse Van Tol. O zoológico informou que os novos pais são muito protetores com o filhote, que tem apenas 20 dias de vida. “Assim como algumas espécies de pinguins, abutres fazem de tudo um pouco, alternando todas as tarefas ‘domésticas’. As fêmeas colocam os ovos, mas o casal choca e busca por comida juntos. Os machos estão programados para desempenhar essas tarefas”, explicou Van Tol. É a primeira incubação bem sucedida do zoológico em cinco anos.

Outro filhote foi chocado durante o mesmo período, por um casal de abutres heterossexual que foi resgatado após um acidente de carro na Espanha. “Temos sorte de ter duas histórias muito especiais neste ano”, disse Van Tol. O zoológico espera poder devolver os dois filhotes à natureza quando ficarem mais velhos e independentes. Em abril de 2016, outro casal de abutres gay cuidou de um ovo abandonado no zoológico de Nordhorn, no norte da Alemanha. Mas o ovo não chocou.

“Eles chocaram o ovo, mas não era galado”, disse à BBC Heike Weber, veterinário e responsável pelo zoológico. “Achávamos que o ovo não era galado, mas não queríamos tirá-lo dali para examiná-lo”. Quando os tratadores do zoológico finalmente intervieram, os abutres ficaram agressivos. “Eles realmente ficaram ligados ao ovo”, contou Weber.

Pais-modelo

Os abutres são animais muito maternais, segundo Corine Kendall, especialista em abutres do zoológico da Carolina do Norte, nos Estados Unidos. “Eles cuidam mesmo de seus filhotes”, disse ela. “Os egípcios antigos respeitavam os abutres justamente por isso. Eram vistos como símbolo da feminilidade”. Na maioria das espécies de abutres, é difícil distinguir os machos das fêmeas na natureza. Por isso, diz Kendall, não há muitos registros sobre casos de homossexualidade entre esses animais. “Mas faz sentido que dois machos possam cuidar de um ovo”, acrescenta ela. “Além de o chocarem, eles desempenham todas as outras funções”.

Pin It

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »

FACEBOOK

APOIADORES

Avina

CRT

Itapemirim

Juniclair

Wise
Scroll to top