Related »

Analista alerta para riscos aos quais criadores clandestinos expõem animais

on junho 5 | em Fauna na Mídia, FIQUE POR DENTRO | by | with No Comments

Segundo Robson Czaban, muitas pessoas confundem a função de voluntários: antes de tudo é preciso se cadastrar. Foto: Márcio Silva

Segundo Robson Czaban, muitas pessoas confundem a função de voluntários: antes de tudo é preciso se cadastrar. Foto: Márcio Silva

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Analista ambiental do Ibama-AM ressalta os riscos de manter um silvestre em casa sem a anuência dos órgãos ambientais

Quando o assunto é fauna silvestre, tempo, espaço e paciência são fundamentais. Mas não são suficientes para garantir o bem estar dos animais que ficam com guardiões, sejam eles credenciados ou não, alerta a analista ambiental do Ibama-AM, Cristina Isis Buck Silva, que ressalta os riscos de manter um silvestre em casa sem a anuência dos órgãos ambientais.

“A resolução 457/2013 do Conama (Conselho Nacional de Meio Ambiente) determina que esse termo de guarda é uma coisa super provisória, até ter uma destinação, mas muita gente ainda confunde, achando que pode pegar um animal da natureza para criar e vir aqui regularizar a situação dele, mas isso é crime ambiental. Por isso temos que ser muito criteriosos nessa escolha. A pessoa está prestando um serviço ao meio ambiente, não a si mesma”, afirmou.

O gerente de Fauna do Ipaam, Marcelo Carvalho, explicou que há três tipos de destinação provisória dos animais resgatados, além dos zoológicos: os fieis depositários, guardiões e mantenedores. O mantenedor é o nível mais alto, o único que pode ter mais de dez animais,e precisa ter responsável técnico e assistência veterinária, além de gerar um relatório anual sobre a atividade – são apenas seis junto ao Ipaam e um junto ao Ibama. Já os guardiões são pessoas que foram ao órgão fazer uma entrega voluntária do animal e, por falta de espaço nos órgãos ambientais e diante do interesse e capacidade do voluntário, acabam assinando termos de guarda provisória. No Ipaam são cerca de 30.

“Já o fiel depositário é aquela pessoa que é multada por manter um animal ilegalmente e, por falta de espaço ou condições, em vez de apreender, deixamos ele com essa pessoa até acharmos outro lugar”, disse. Essa figura do fiel depositário não existe no Ibama, informa Cristina. “Não deixamos o animal com a pessoa que foi multada. Essa ajuda, quando vem, é de terceiros”, disse.

De acordo com o também analista ambiental do Ibama Robson Czaban, a primeira coisa que um voluntário que deseja receber fauna silvestre, seja como guardião ou mantenedor, precisa fazer é se cadastrar junto aos órgãos ambientais. “Para que alguém possa cuidar legalmente de animais silvestres, precisa primeiro se cadastrar. Não é pegar o bicho e vir aqui. Primeiro o cadastro, depois, nós é que destinamos o animal a ele. E são muitas obrigações e poucos direitos: gasta do seu bolso, não tem auxílio financeiro e ainda vai ser cobrado pelo órgão. Tem que querer mesmo”, afirmou.

Nos últimos anos têm surgido novos parceiros para as aves que vão parar no Cetas do Ibama-AM e não podem ser devolvidas à natureza: as falcoarias. De acordo com Robson Czaban, o Cetas do Ibama-AM já enviou animais, como falcões e águias, para esses estabelecimentos, que são credenciados junto ao Ibama. Nas falcoarias, que também recebem outras espécies de aves, os animais são treinados para atuar em aeroportos, como o de Cumbica, em Guarulhos, e do Rio de Janeiro, retirando outras aves do caminho das aeronaves para evitar acidentes. “Já mandamos animais daqui para falcoarias de Minas Gerais. Essa é uma forma de destinar um gavião, porque tem animais que não podemos soltar, o zoológico não quer e ele fica ocupando uma jaula inteira”.

Fonte: http://www.acritica.com/channels/governo/news/analista-alerta-para-riscos-aos-quais-criadores-clandestinos-expoem-animais

Pin It

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »

FACEBOOK

APOIADORES

Avina

CRT

Itapemirim

Juniclair

Wise
Scroll to top