Related »

Business Travel Magazine – Tráfico de animais movimenta US$ 1,5 bilhão

on maio 10 | em FIQUE POR DENTRO, Renctas na Mídia | by | with No Comments

O tráfico de animais silvestres tem um mercado potencial de mais de 50 milhões de consumidores no Brasil. É o que indica pesquisa do Ibope encomendada pela Rede Nacional de Combate ao Tráfico de Animais Silvestres (Renctas). Quase um terço dos entrevistados (30%) disse que tem ou já teve em casa um animal silvestre, a maioria pássaros.

Na mesma pesquisa, 75% responderam temer que o Brasil seja invadido por outros países por causa de suas riquezas naturais, enquanto 71% disseram que o país não respeita o meio ambiente. Tráfico de animais movimenta US$ 1,5 bilhão. A Renctas estima que o tráfico de animais no Brasil movimente cerca de US$ 1,5 bilhão por ano, valor que chegaria a US$ 25 bilhões em escala mundial. Uma arara azul pode ser vendida por US$ 60 mil nos EUA, segundo o coordenador-geral da Renctas, Dener Giovanini.

Giovanini considerou preocupante o índice de pessoas que admitiram ter mantido um animal silvestre em casa, uma vez que apenas estabelecimentos licenciados pelo Ibama podem vender essas espécies. No Nordeste, o índice chegou a 39%, o mais alto do país. No Sul, ficou em 18%. A pesquisa indica que a maioria dos entrevistados (84%) sabe que é crime ter um animal silvestre em casa. Segundo Giovanini, isso indica que as campanhas preventivas devem mudar de foco. Ou seja, em vez de dizerem que é ilegal ter animais silvestres, algo que a maioria dos brasileiros já sabe, mais importante agora é conscientizar a população sobre os males e riscos envolvidos.

O ex-ministro do Meio Ambiente e relator da CPI da Biopirataria na Câmara, deputado Sarney Filho (PV-MA), afirmou que o tráfico de animais silvestres só perde, em termos de lucratividade, para o tráfico de drogas e armas. Quanto ao temor de que o Brasil seja invadido, Sarney Filho disse que isso é mito, mas admitiu uma preocupação real de que a soberania brasileira sobre a Amazônia seja ameaçada, à medida em que o país não seja capaz de preservar a floresta. — O que atenta contra nossa soberania são os índices de desmatamento —- disse ele.

Fonte: O GLOBO – Demétrio Weber

Pin It

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »

Scroll to top