Related »

Cresce resgate de animais silvestres em áreas urbanas, no Amazonas

on maio 10 | em Fauna na Mídia, FIQUE POR DENTRO | by | with No Comments

Em 2015, foram 698 registros do Ipaam e Batalhão Ambiental

Veterinário destaca que os animais  selvagens resgatados em áreas residenciais sofrem impactos gerados pela ação humana. Foto: Raquel Lima/Ipaam/Divulgação

Veterinário destaca que os animais selvagens resgatados em áreas residenciais sofrem impactos gerados pela ação humana. Foto: Raquel Lima/Ipaam/Divulgação

Manaus – O Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam) e o Batalhão Ambiental da Polícia Militar (PM) resgataram, no ano passado, 698 animais silvestres em áreas urbanas do Amazonas, conforme dados dos próprios órgãos. O número é 16% maior em relação ao registrado em 2014, quando foram resgatados 600 animais.

O veterinário Anselmo da Fonseca, do Instituto Nacional de Proteção Ambiental (Inpa), alertou para a importância de se recordar que os animais selvagens resgatados em  áreas residenciais sofrem impactos gerados pela ação humana, como construção de estradas, abertura de campos para a agricultura ou para condomínios. “Os animais ficam à mercê desses impactos ambientais e acabam indo para regiões próximas de onde estão acostumados a viver”, afirmou.
Em dezembro do ano passado, a técnica de enfermagem Sonja Mota Nascimento, 52, se deparou com o filhote de cobra sucuriju, em cima de uma cadeira, na área externa da casa dela,  em um condomínio fechado no bairro Tarumã, zona oeste de Manaus.  Ela contou que, neste dia, estava sem os óculos que usa e pensou se tratar de uma roupa sobre a cadeira.

“Quando me aproximei para pegar o ‘pano’, a cobra pulou e foi para o jardim. Fiquei desesperada”, disse Sonja, acrescentando que já tinha morado em um condomínio de apartamentos, no bairro Chapada, zona centro-sul, em que era comum se deparar com macacos, cobras e bicho-preguiça, que entravam nos apartamentos pelas janelas dos blocos do condomínio.

Entre os animais resgatados  pelo Ipaam, nos últimos dois anos,  estão bicho-preguiça, jacaré, gavião, coruja, iguana e cobras. Conforme o Ipaam, foram realizados 517 resgates, em 2014, e  602, no ano passado.  Já nos primeiros quatro meses deste ano, foram 117.

Para o gerente de fauna do instituto, Marcelo Garcia, o aumento de resgates se deve, também,  a um aumento da consciência da sociedade sobre a importância da preservação dos animais. “Quando recebemos uma solicitação, vamos ao local e realizamos o trabalho da melhor forma, sempre com o intuito de manter a integridade da espécie”, afirmou Marcelo.

Espécies

De acordo com  estatísticas do Batalhão Ambiental, foram 96 animais resgatados, em 2015, e 83, no ano anterior. De janeiro a março de 2016, foram 46 registros. Os resgates do Batalhão Ambiental, nos últimos dois anos, incluem cobras sucuri, cipó e  jiboia, jacaré, porco-espinho, tamanduá, capivara, tatu, filhotes de peixe-boi, jaguatirica, cutia e macaco.

Ainda conforme dados do setor de estatístca do batalhão, também foram resgatadas diferentes aves, como papagaio, curió, periquito, socó boi, tucanos, marrecos, gaviões, araras, galega, sanhaçu, japiim, maracanã, sabiá, bacurau, araçari, bico-de-lacre e frango d’água.

Fonte: http://new.d24am.com/amazonia/meio-ambiente/cresce-resgate-animais-silvestres-areas-urbanas/151372

Pin It

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »

FACEBOOK

APOIADORES

Avina

CRT

Itapemirim

Juniclair

Wise
Scroll to top