Related »

O Diário de Maringá/PR – PM ambiental apreende aves, carnes de caça e armas em Cafezal do Sul, PR

on February 10 | in Fauna na Mídia, FIQUE POR DENTRO | by | with No Comments

Caça, armas e aves foram encontrados após denúncias em duas residências.
Foto:Divulgação/PM Ambiental

A Polícia Militar Ambiental de Umuarama (a 172 quilômetros de Maringá) apreendeu 17 aves silvestres, carne de caça e armas de fogo em duas residências de Cafezal do Sul (a 188 quilômetros de Maringá) na sexta-feira (7).

De acordo com a Polícia Ambiental, houve denúncias de que, em duas casas em Cafezal do Sul, os moradores mantinham em cativeiro aves da fauna silvestre, sem documentação legal, bem como carne de animais silvestres abatidos.

Nos endereços, foram encontrados um pássaro preto, dois trinca-ferros, uma patativa, um pintassilgo, três maritacas-maracanã, dois papagaios, um galo da campina, um azulão, três canários-da-terra, um gaturamo e um 1 pintagol, aprisionadas em 12 gaiolas, todas sem a devida autorização do órgão competente, além de 12,6 kg de carne de animais silvestres de capivara, tatu e lebre.

Assim, foi lavrado em desfavor dos infratores o termo circunstanciado de infração penal, cuja pena varia de seis meses a um ano e multa, conforme artigo 29 §1º Inc. III c/c. Art. 24 § 3º Inc. III do Decreto Federal 6.514/08, por manter aves da fauna silvestre em cativeiro sem autorização do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e por ter em depósito carne de animais silvestre.

Também serão autuados e multados administrativamente pelo Instituto Ambiental do Paraná (IAP) no valor de R$ 500 por pássaro e por animal abatido. Todas as aves passarão por avaliação de um veterinário e, se consideradas aptas para soltura, serão libertadas no ambiente onde foram capturadas. As carnes serão descartadas no aterro sanitário.

Também foi encontrado no interior de uma das residências duas armas de fogo, espingardas, uma de calibre .22 e outra de calibre 36, ambas de uso permitido, porém sem registro. Os moradores responsáveis pelas armas foram presos em flagrante pelo crime de posse irregular de arma de fogo de uso permitido (Art. 12 da Lei 10.826/03) e conduzidos para a delegacia de Polícia de Iporã (a 210 quilômetros de Maringá) para providências legais cabíveis. ]

Os nomes dos infratores não foram divulgados pela polícia.
Pin It

Related Posts

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

« »

Scroll to top