Related »

Portal Globo.com – G1 – PF prende homem com 390 pássaros no Aeroporto JK, em Brasília

on January 29 | in Fauna na Mídia, FIQUE POR DENTRO | by | with No Comments

Ele tentava levar as aves para João Pessoa, na Paraíba, na noite de terça.
Depois de ser solto, suspeito voltou à PF para levar alpiste para os bichos.

Do G1 DF

Aves que foram apreendidas no Aeroporto JK, em Brasília (Fot Ricardo Moreira/G1)
Aves que foram apreendidas no Aeroporto JK, em Brasília.
Foto: Ricardo Moreira/G1
Malas onde estavam as aves apreendidas pela PF no Aeroporto JK (Fot Ricardo Moreira/G1)
Malas onde estavam as aves apreendidas pela PF no Aeroporto JK.
Foto: Ricardo Moreira/G1

A Polícia Federal prendeu na noite desta terça-feira (28) um homem de 50 anos que tentava embarcar com 390 pássaros, no Aeroporto Juscelino Kubitscheck, em Brasília. O suspeito foi liberado depois de assinar um termo de compromisso, mas voltou à superintendência da corporação com alpiste para as aves, por temer que elas não fossem alimentadas, segundo a PF.

O homem tentava embarcar para João Pessoa, na Paraíba, com três malas grandes onde estavam as gaiolas com filhotes e aves adultas, aparentemente de canários da terra, de acordo com a corporação.

Um funcionário da companhia aérea, que ouviu o barulho dos pássaros, acionou a Polícia Federal depois que o suspeito se recusou a abrir a bagagem. As aves estavam sem água, comida, ventilação e luz. O suspeito não tinha autorização dos órgãos de fiscalização para o transporte dos animais.

Levado à superintendência da PF, ele disse que os bichos deveriam ser alimentados até a manhã desta quarta-feira (29) para não morrer. De acordo com a corporação, todas as aves estavam vivas. Os animais foram levados para o Ibama.

Segundo a PF, o homem é morador de Ceilândia e disse que adquiriu os animais em uma cidade do Entorno do DF. O suspeito afirmou que receberia R$ 4 mil pela venda. A polícia informou que o suspeito já havia sido autuado pelo Ibama por comércio ilegal de canários da terra.
Pin It

Related Posts

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

« »

Scroll to top