Renctas
Idioma - Language
Busca
OK
Ajuda aos navegantes
Cada paso tuyo en este sitio quedará registrado. Para regresar a alguna sección, haz clic en tu recorrido
Quem somos
Quem somos
RENCTAS
Institucional Proyectos y acciones El trafico de animales silvestres Entérate Únete a Renctas Compra Quiénes somos Qué hacemos Cómo lo hacemos Quiénes nos apoyan Premios y reconocimientos Informes financeiros Contacto Proyetos en marcha Proyetos ya realizados Informes Renctas Informe CPI Legislacion ambiental Boletín Renctas Noticias del tráfico En los medios de comunicacíon Artículo del mes Preguntas frecuentes Denuncia el tráfico Amigos de la fauna Guardianes de la fauna Registrate
Home | Entérate | Noticias sobre el tráfico | Noticia
Informe-se
Noticias sobre el tráfico
PMA prende 2 pescadores e 2 caçadores na Estrada-Parque, no Pantanal
Data: 18/02/2010 - Portal MS Notícias - Campo Grande/MS
 
 
 
 
Animais abatidos e já sem pele
 
Animais silvestres abatidos e já sem pele
 
 
 
 

Policiais Militares Ambientais de Corumbá/MS, em fiscalização na região da Estrada-Paque, próximo ao Porto da Manga, no Pantanal, prenderam ontem à noite, 02 pescadores com 92 kg de pescado.
 
 
IRAILTON OLIVEIRA SANTANA, vulgo “baianinho”, de 36 anos, comerciante e MARCELO NUNES MONTEIRO, de 39 anos, motorista, residentes em Corumbá, foram surpreendidos em um veículo S-10, de cor preta, placas HTG 6976 de Corumbá/MS e na carroceria, os policiais encontraram:
 
80 Kg de pescado da espécie cachara (filetados);
12 Kg de pescado da espécie pacu com as medidas: 40,0 cm; 41,0 cm; 42,0 cm e dois de 43,0cm - tamanhos inferiores ao permitido pela legislação vigente, que é de 45,0 cm.
 
O material e o veículo foram apreendidos.
 
 
Os pescadores receberam voz de prisão e foram conduzidos, juntamente com o material apreendido, à delegacia de Polícia Civil de Corumbá, onde foram autuados em flagrante por crime ambiental.
 
 
Se condenados, os autuados poderão pegar pena de 01 a 03 anos de detenção.
 
 
Além disso, cada autuado recebeu multa administrativa no valor de 2.840,00.
 
 
A mesma equipe abordou um veículo Toyota Bandeirantes, placas HQX 8013, de Corumbá/MS e apreendeu:
 
03 unidades de animais silvestres abatidos (veado campeiro), totalizando 45 Kg de carne
06 Kg de carne de jacaré;
05 unidades de animais abatidos (porco monteiro), totalizando 150 Kg de carne;
25 Kg de lingüiça,
01 revólver calibre 38;
02 revólveres calibre 22;
01 carabina calibre 22 com capacidade para 15 tiros;
30 munições calibre 38 intactas;
39 munições calibre 22 intactas;
07 facas apropriadas para caça.
 
 
 
As armas, o veículo e produtos de caça apreendidos e pertenciam a NESTOR JOSÉ DE SOUZA, de 53 anos, residente em Corumbá, que praticara a caça ilegal e que vinha com destino a cidade de Corumbá.
 
 
Ele foi autuado e recebeu multa no valor de R$ 4.500,00, por matar animais silvestres e também preso por porte ilegal de armas de fogo.
 
 
NESTOR também foi conduzido, juntamente com o material de caça e armas, para a Delegacia de Polícia Civil da cidade de Corumbá/MS, onde foi autuado em flagrante pelo crime de caça e porte ilegal de arma.
 
 
O envolvido nos ilícitos informou que efetuou a caça, juntamente com MARTINHO DA ROSA MORAES, de 48 anos, residente em Corumbá e abateram os animais silvestres, no pantanal da região da Nhecolândia, a 100 Km distante da Cidade de Corumbá/MS.
 
 
Este também responderá pelo crime e receberá multa, assim que for localizado.
 
As penas para os crime são:
 
Pena – detenção de seis meses a um ano e multa (caçar, matar animais silvestres). Pena – reclusão, de dois a quatro anos, e multa (porte ilegal de arma de fogo)
 
 
 
 

 
Elige otra Noticia:
Entérate
Boletin Renctas  |  Noticias del tráfico  |  En los medios de comunicación  |  Artículo del mes
Preguntas frecuentes  |  Denuncia al trafico