Related »

Hidrelétrica vai construir centros de triagem e reabilitação de animais silvestres

on agosto 17 | em Fauna na Mídia, FIQUE POR DENTRO | by | with No Comments

hidreletrica-vai-construir-centros-de-triagem-e-reabilitacao-de-animais-silvestres

Usina Hidrelétrica de Colíder, prevê o repasse de R$ 30 milhões a título de compensação ambiental

Termo aditivo assinado nesta terça-feira (15) entre o Governo do Estado e a Companhia Paranaense de Energia (COPEL), responsável pela Usina Hidrelétrica de Colíder, prevê o repasse de R$ 30 milhões a título de compensação ambiental. Desse montante, R$ 7,5 mi serão destinados para construção de Centros de Triagem de Animais Silvestres (Cetas) e Centro de Reabilitação de Animais Silvestres (Cras). A conquista é obtida após um ano da realização da 1ª Reunião de Trabalho sobre defesa da fauna silvestre no Estado de Mato Grosso, promovida pelo Ministério Público Estadual e Ministério Público Federal.

De acordo com o procurador de Justiça Luiz Alberto Esteves Scaloppe, no último ano várias reuniões foram realizadas sobre o tema. Além da Capital, foram promovidas discussões no interior do Estado visando a viabilização dessas unidades e definição das prioridades. “Esse é um momento muito importante que demonstra a força das instituições quando decidem trabalhar em conjunto. Vamos atuar agora prensando na manutenção dessas unidades”, destacou.

Segundo dados repassados pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente, dos R$ 7,5 milhões previstos, R$ 500 mil serão destinados para a construção do Cetas em Lucas do Rio Verde, R$ 1,5 milhão para estruturação do Batalhão Ambiental em Várzea Grande, R$ 4 milhões para construção do Centro de Reabilitação de Animais Silvestres em Cuiabá e R$ 1,5 milhão para estruturação da Delegacia Especializada do Meio Ambiente (Dema).

O secretário de Estado de Meio Ambiente e vice-governador, Carlos Henrique Fávaro, definiu o acordo como um marco da administração, ressaltando que o diálogo e a confiança entre o Estado e a iniciativa privada foram restabelecidos. Lembrou que Mato Grosso não possui nenhum Cetas enquanto que Mato Grosso do Sul, Estado vizinho, possui 11 unidades.

“Esse Termo Aditivo possibilitará uma série de avanços. Além da construção dos Cetas e Cras, também serão realizados investimentos para estruturação interna da Secretaria de Estado de Meio Ambiente, do Parque Massairo Okamura, do sistema de Cadastro Ambiental Rural, entre outros”, afirmou.

Além das unidades de Lucas do Rio Verde e Cuiabá, um outro Cetas será construído em Sorriso. O projeto está sendo viabilizado por meio de uma parceria entre Ministério Público, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso, Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Prefeitura Municipal.

Atualmente, segundo levantamento realizado pela Procuradoria de Justiça Especializada em Defesa Ambiental e Ordem Urbanística, em qualquer rodovia do Estado ocorre uma média anual de mil atropelamentos de animais silvestres. Por ano, o Batalhão Ambiental de Várzea Grande recebe cerca de 1.200 animais.

Fonte: https://www.24horasnews.com.br/noticia/hidreletrica-vai-construir-centros-de-triagem-e-reabilitacao-de-animais-silvestres.html

 

Pin It

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »

FACEBOOK

APOIADORES

Avina

CRT

Itapemirim

Juniclair

Wise
Scroll to top