Related »

Horda de caranguejos gigantes cobre o fundo do mar na Austrália

on junho 18 | em Fauna na Mídia, FIQUE POR DENTRO | by | with No Comments

Centenas de milhares de animais da espécie foram registrados nas águas de Melbourne quando faziam sua migração anual para a costa sul do país.

18/06/2016 – 13h23
Da – BBC

 

Cientista diz ter nadado por centenas de metros sobre os caranguejos sem atingir o fim da horda. Foto: Sheree Marris

Cientista diz ter nadado por centenas de metros sobre os caranguejos sem atingir o fim da horda.
Foto: Sheree Marris

 

Acredita-se que os caranguejos se reunem em busca de proteção, mas uma teoria alternativa aponta como objetivo o acasalamento. Foto: Sheree Marris

Acredita-se que os caranguejos se reúnem em busca de proteção, mas uma teoria alternativa aponta como objetivo o acasalamento. Foto: Sheree Marris

 

Sheree Marris quer conscientizar sobre a variedade de vida marinha na costa sul da Austrália. Foto: Sheree Marris

Sheree Marris quer conscientizar sobre a variedade de vida marinha na costa sul da Austrália.                                                                                                                                                               Foto: Sheree Marris

 

Cientistas estão observando e analisando os caranguejos para entender seu comportamento. Foto: Sheree Marris

Cientistas estão observando e analisando os caranguejos para entender seu comportamento.                                                                                                                                                Foto: Sheree Marris

 

Uma horda de caranguejos gigantes foi avistada no fundo do oceano em Melbourne, na Austrália, conforme centenas de milhares desses animais faziam sua migração anual para a costa sul do país.

A cientista Sheree Marris registrou a população massiva da espécie reunida na Baía de Port Phillip e divulgou as imagens para conscientizar sobre a grande variedade de vida marinha que existe nas águas da região australiana.

“Quem pensaria que algo assim, tão espetacular, poderia estar ocorrendo na costa sul da Austrália”, disse ela.

A razão exata para esse comportamento não é conhecida, mas pesquisadores especulam que provavelmente está relacionado ao processo de troca de carapaça pelos caranguejos.

Caranguejos fazem isso quando crescem até o limite de sua atual carapaça e, então, se livram dela para gerar uma nova e continuar a se desenvolver.

Neste momento, ficam vulneráveis a predadores, como arraias e biguás, um tipo de ave. Ao reunirem-se em grandes números, ficariam mais protegidos de ataques.

“As pessoas pensam que a Baía de Port Phillip é um cemitério marinho, mas é um local único e realmente incrível”, diz Marris.

 

CLIQUE AQUI  para notícia original.

 

Pin It

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »

FACEBOOK

APOIADORES

Avina

CRT

Itapemirim

Juniclair

Wise
Scroll to top