Related »

Instituto Gremar recupera animais com cirurgias e banhos terapêuticos em Guarujá

on abril 20 | em Fauna na Mídia, FIQUE POR DENTRO | by | with No Comments

Instituto recupera atualmente 21 animais resgatados nas praias da região, entre São Vicente e Bertioga

Savacu foi resgatada e tratada pela equipe: animal sofreu danos neurológicos

Savacu foi resgatada e tratada pela equipe: animal sofreu danos neurológicos

Após sofrer interferência do homem, quatro animais (três aves e uma tartaruga) lutam pela vida neste mês no Instituto Gremar, em Guarujá. Desnutridos, doentes e, alguns deles, feridos, são atendidos pela equipe multidisciplinar e passam por tratamento que envolve cirurgias até banhos terapêuticos preparados com chá de camomila.

Ao todo, 21 animais (14 aves e 7 tartarugas) são atendidos atualmente pelo Gremar. Nos últimos meses, todos foram resgatados entre as praias de São Vicente e Bertioga, em ações do Plano de Monitoramento de Praias da Bacia de Santos (PMP-BS), iniciativa da Petrobras com coordenação da Universidade do Vale do Itajaí (Univali).

Ave foi resgatada em março e passa por tratamento

Ave foi resgatada em março e passa por tratamento

Entre os animais que precisam de atenção especial neste mês, está uma tartaruga-verde (Chelonia mydas) chegou em dezembro do ano passado, após ser resgatada na Praia da Enseada, em Guarujá. Ela estava uma lesão de grande extensão na carapaça, por conta de trauma sofrido ao colidir com uma embarcação no mar da região.

De acordo com a equipe do Gremar, a tartaruga foi submetida a procedimentos naturais de cicatrização, à base de óleos de copaíba e andiroba e, desde então, à sessões de laser-terapia para controle de dor, além de curativos a cada dois dias. Atualmente a lesão já apresenta visível melhora e um bom prognóstico para soltura.

Há um atobá-pardo (Sula-leucogaster), também resgatado em Guarujá.  Apesar de ativo, apresentava dificuldades na respiração e uma linha de pesa saindo pelo bico.

Uma radiografia constatou a presença de um anzol no estômago. O animal foi submetido a um bem-sucedido procedimento cirúrgico para extração e passa por recuperação final.

Entre os atendidos, há um retorno: um pinguim-de-magalhães (Spheniscus magellanicus) havia passado pelo Gremar em julho de 2015, quando se recuperou de uma fratura do úmero direito. Encalhou novamente em outubro e agora trata de inflamação nas patas (pododermatite bilateral) com sessões de laser-terapia.

Ainda segundo os biólogos e veterinários do Gremar, o animal recebe diariamente banhos terapêuticos (pedilúvios) com permanganato de potássio e chá de camomila. No último mês, a lesão apresentou visível diminuição, o que é um ótimo sinal da recuperação.

Fonte: http://www.atribuna.com.br/noticias/noticias-detalhe/cidades/animais-resgatados-pelo-gremar-se-recuperam-com-banho-terapeutico-em-guaruja/?cHash=ed0986c6e1630d18ffa628f5a87eb5a5

Pin It

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »

FACEBOOK

APOIADORES

Avina

CRT

Itapemirim

Juniclair

Wise
Scroll to top