Related »

Jornal do Comércio – Tráfico captura 38 milhões de animais

on novembro 13 | em FIQUE POR DENTRO, Renctas na Mídia | by | with No Comments

Levantamento denunciando a situação de verdadeiro saque aos animais silvestres foi entregue ontem ao ministro Sarney Filho

SÃO PAULO – Todos os anos são capturados 38 milhões de animais silvestres no Brasil, número bem acima da estimativa oficial de dois milhões, mostra levantamento da Rede Nacional de Combate ao Tráfico de Animais Silvestres (Renctas), entregue ontem ao ministro do Meio Ambiente, José Sarney Filho, e ao presidente do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais (Ibama), Hamilton Casara, em Brasília. A informação está no 1º Relatório Nacional sobre o Tráfico de Fauna Silvestre, trabalho que envolveu uma equipe de 16 pessoas, durante um ano e meio, e mostrou que esse comércio ilegal movimenta no País US$ 1 bilhão por ano (cerca de R$ 2,5 bilhões).

O trabalho, coordenado pela bióloga Flávia Murad, traz as principais rotas e os métodos utilizados pelos traficantes, os principais pontos de coleta e de venda, além dos motivos e as espécies mais traficadas. “Pela primeira vez temos um documento concreto para começar a resolver um problema que existe há 500 anos no Brasil”, disse Dener Giovanini, coordenador geral da Renctas.

Segundo Giovanini, 60% dos animais capturados são comercializados no mercado interno e 40% vão para o exterior.

Pelo levantamento da Renctas, as espécies traficadas vão para quatro tipos de destinatários: colecionadores particulares, indústrias químicas e farmacêuticas (biopirataria), artesanato e pet shops. “É difícil dizer qual é a mais danosa, pois se os pet shops representam os maiores volumes, os colecionadores compram espécies que estão acabando”, explica.

Pin It

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »

Scroll to top