Related »

Luziânia recebe 5 mil doses contra febre amarela após morte de macaco em GO

on agosto 11 | em Fauna na Mídia, FIQUE POR DENTRO | by | with No Comments

Exames comprovaram que animal estava infectado com o vírus, em Goiás.
Cidade enfrentou falta de vacinas e população não conseguia se imunizar.

11/08/2016 – 07h49
Do G1- GO

 

Macaco morre com febre amarela e Luziânia reforça vacinação. Foto: Reprodução/TV Anhanguera

Macaco morre com febre amarela e Luziânia reforça vacinação.
Foto: Reprodução/TV Anhanguera

 

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

 

Mais de cinco mil doses da vacina contra febre amarela foram distribuídas nos postos de saúde de Luziânia, no Entorno do Distrito Federal.

O reforço veio após exames confirmarem morte de macaco com a doença na zona rural da cidade. Alguns moradores disseram que enfrentaram dificuldades para se imunizar, pois chegou a faltar o medicamento nas unidades.

Em Goiás, um homem morreu este ano vítima do vírus.

O macaco doente foi encontrado no mês de abril e, de acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, exames comprovaram que ele estava com febre amarela. A coordenação regional de Saúde disse que ainda existem outros quatro casos de macacos que foram encontrados mortos na zona rural de Luziânia.

Diante desses casos, a vacinação na cidade foi reforçada. “[A vacina] vai estar em todas as unidades do nosso município, de 8h até 17h e também nas unidades hospitalares”, disse a coordenadora de vigilância epidemiológica, Adriana Alcântara.

Falta de vacina

Antes da chegada dessas cinco mil doses, Luziânia sofreu com a falta da vacina. “Nós estamos com um problema muito sério a nível federal da aquisição das vacinas, eles não estão dando conta de suprir a grande demanda que está se fazendo presente”, disse o secretário de Saúde, Waterson Roriz.

Os pais ficam preocupados principalmente com a saúde dos filhos. O vigilante José dos Santos Nascimento teve problemas para encontrar a vacina. “Tem que ficar preocupado por conta da doença. Porque se não tiver vacina [na rede pública], vai ter que comprar”, disse.

Agora, com a chegada das novas doses, a coordenadora regional de Saúde, Marta Barreto, diz que a população deve procurar as unidades novamente. “Nós chamamos a população para levar os cartões de vacina aos postos de saúde para que seja feita uma leitura correta deles e, se necessário, seja ministrada uma dose de vacina”, disse.

 

ASSISTA  ao vídeo.

CLIQUE AQUI  para notícia original.

 

Pin It

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »

FACEBOOK

APOIADORES

Avina

CRT

Itapemirim

Juniclair

Wise
Scroll to top