Related »

Mortes de nove animais ‘esvaziam’ zoológico em Araçatuba, SP

on julho 27 | em Fauna na Mídia, FIQUE POR DENTRO | by | with No Comments

Visitantes reclamam da atual situação do zoo: ‘Quase não tem bichos’. “Protocolos de segurança estão sendo cumpridos”, diz secretário. 27/07/2015 – 15h16 – Atualizado em 27/07/2015 – 16h14 Do G1 – Rio Preto e Araçatuba

Foto: Reprodução / TV TEM

Foto: Reprodução / TV TEM

 

Muitos espaços para animais estão vazios e com mato alto. Foto: Reprodução/TV TEM

Muitos espaços para animais estão vazios e com mato alto.
Foto: Reprodução/TV TEM

 

Emas que sobraram no zoológico de Araçatuba. Foto: Reprodução / TV TEM

Emas que sobraram no zoológico de Araçatuba.
Foto: Reprodução / TV TEM

 

Leoa, onça parda, leão e hipopótamo são alguns dos animais que morreram. Foto: Reprodução / TV TEM

Leoa, onça parda, leão e hipopótamo são alguns dos animais que morreram.
Foto: Reprodução / TV TEM

A morte de uma ema, que foi encontrada esquartejada no zoológico de Araçatuba (SP) na última semana, diminuiu ainda mais o número de bichos no local. Em menos de dois anos, nove animais – uma onça parda, uma leoa, um leão, quatro emas, um quati e um hipopótamo – morreram no local. A sequência de mortes deixa os moradores preocupados.

“O zoológico quase não tem bichos. Era para ser ponto de atração para as crianças, mas infelizmente está bem a desejar”, afirma a enfermeira Eliana Vantini, que visitou o local no fim de semana.

O zoo, que tem aproximadamente 300 animais, 20 deles de grande porte, chegou a ficar dois anos interditado para passar por reformas. Atualmente é possível encontrar muitos espaços para animais vazios e com mato alto. Em uma das jaulas que abrigou uma jaguatirica, por exemplo, está há um ano vazia.

A professora Bruna Tonsig diz que também não gosta da atual situação do zoo. “A impressão é que está muito descuidado, que faltam animais, falta segurança, falta uma limpeza nas gaiolas. Não é um passeio agradável até o momento”, diz.

A dona de casa Edna Fernandes levou os netos para conhecer alguns animais, mas não foi isso que eles viram, segundo ela. “Eu vim trazer os meninos para brincar aqui e ver os bichos, mas quando chegamos aqui, não tem nada. Eles ficaram até decepcionados, coitados.”

As obras no zoo durariam seis meses, mas os prazos foram estendidos e a reinauguração aconteceu em abril do ano passado, depois de muita polêmica e investimento de R$ 1,2 milhão. Mas as mortes começaram ainda antes da reabertura.

Em janeiro de 2014, dois animais, uma onça parda macho e uma leoa, foram sedados para serem transferidos da antiga jaula para o novo recinto dos felinos construído durante a reforma. A onça, de 3 anos, foi a primeira a morrer, após ser sedada para transferência. Semanas depois, foi a vez da leoa. O laudo apontou que ela tinha câncer no cérebro. No mesmo mês outras três emas morreram e duas ficaram feridas após serem atacadas por pelo menos oito cães que invadiram o recinto. Em março foi a vez de um quati. O animal morreu por dificuldades de se locomover.

Em abril, morreu o leão Bira, que tinha 16 anos e foi diagnosticado com câncer no pulmão.

Na última terça-feira (21) o hipopótamo Miltão, símbolo do zoológico de Araçatuba, também foi encontrado morto. Segundo laudo preliminar dos médicos veterinários da Unesp, o animal ingeriu sacolas plásticas, possivelmente jogadas no lago por algum visitante. O hipopótamo tinha 37 anos e há 26 estava no zoológico de Araçatuba, transformando-se em símbolo do local.

Na última sexta-feira (24), funcionários do zoo encontraram uma ema esquartejada dentro do recinto onde ficava. A ave foi encontrada por um tratador. Segundo funcionários do zoológico, ela teve as pernas, as asas e o pescoço cortados. As penas do animal também foram arrancadas.

Junto a ela, uma anta também estava com ferimentos na barriga e na boca. Ela foi encaminhada ao hospital veterinário da Unesp de Araçatuba, onde recebe tratamento e passa bem. A polícia não sabe ainda quem praticou o crime, que o diretor do zoológico, Vitor Botelho, classificou como aterrador.

O secretário de Meio Ambiente de Araçatuba, Jorge Hector Rojas, acredita que os criminosos tenham pulado o muro do zoológico para ter acesso a esse espaço. “Todos os protocolos de segurança, pedidos pela secretaria do Meio Ambiente e Ibama, estão todos sendo cumpridos. Pretendo me reunir com os secretários de Obras e Planejamento para aumentar a segurança”, afirma.

Assista aos vídeos sobre o assunto:

Vídeo 1

Vídeo 2

CLIQUE AQUI para notícia original.

Pin It

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »

FACEBOOK

APOIADORES

Avina

CRT

Itapemirim

Juniclair

Wise
Scroll to top