Related »

Onça come pato e sete galinhas após invadir propriedade no litoral de SP

on outubro 30 | em Fauna na Mídia, FIQUE POR DENTRO | by | with No Comments

Animal selvagem precisou ser sedado e foi resgatado posteriormente.
Veterinário pretende fazer a soltura do animal na região da Juréia.

30/10/2014 – 16h20
Orion Pires – Do G1 Santos

Filhote apresenta edema no olho direito e permencerá em observação. Foto: Marcos Costa / Arquivo Pessoal

Filhote apresenta edema no olho direito e permencerá em observação.
Foto: Marcos Costa / Arquivo Pessoal

 

Animal estava dentro do galinheiro. Foto: Marcos Costa / Arquivo Pessoal

Animal estava dentro do galinheiro.
Foto: Marcos Costa / Arquivo Pessoal

 

Animal foi receberá avaliação do veterinário da Secretaria de Meio Ambiente do Estado. Foto: Marcos Costa / Arquivo Pessoal

Animal foi receberá avaliação do veterinário da Secretaria de Meio Ambiente do Estado.
Foto: Marcos Costa / Arquivo Pessoal

 

Um filhote de onça parda suçuarana apareceu, na manhã desta quinta-feira (30), dentro do galinheiro de uma chácara no bairro São Fernando, em Itanhaém, no litoral de São Paulo.

A Polícia Ambiental e o Corpo de Bombeiros foram chamados e entraram em contato com dois veterinários que ajudaram na captura do animal. Depois de sedado, o filhote foi levado no início da tarde para ser avaliado em uma clínica especializada em tratamento de animais silvestres, em Pedro de Toledo, na região do Vale do Ribeira, interior de São Paulo, onde permanecerá em observação.

Antes do resgate, porém, a onça comeu sete galinhas e um pato que estavam na propriedade. Nenhum morador da região ficou ferido.

Segundo o veterinário Raphael Barreiros Lapa Louza, que esteve no local acompanhando o resgate do animal, o aparecimento de felinos desta espécie não chega a ser considerado raro. “O filhote tem aproximadamente seis meses e essa área é um local de mata atlântica, no entorno do Parque Estadual da Serra do Mar. Elas vivem aqui e, por isso, acabam entrando nesses lugares. Os moradores disseram que a mãe do filhote deve estar nas proximidades, pois eles já foram vistos outras vezes nesta semana”, explica.

O veterinário informou que o filhote apresentava escoreações e um edema no olho direito. “A onça vai precisar ficar observação, porque está com um edema na córnea. O veterinário da Secretaria do Meio Ambiente do Estado fará os procedimentos necessários para deixar o bicho em condições de retornar à mata”, disse.

Como se trata de um animal selvagem, os veterinários evitaram se aproximar da onça enquanto ela ainda estava acordada.
Para fazer o animal dormir, eles usaram uma zarabatana e dispararam um sedativo. De acordo com o veterinário, o bicho estava agitado e o efeito do medicamento demorou para fazer efeito.

Louza acredita que a soltura da onça ocorra nos próximos dias, na região da Juréia, em Peruíbe.

 

CLIQUE AQUI para notícia original.

 

Pin It

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »

FACEBOOK

APOIADORES

Avina

CRT

Itapemirim

Juniclair

Wise
Scroll to top