Related »

Polícia investiga furto de jacaré do Zoológico Municipal de Cascavel, PR

on abril 6 | em Fauna na Mídia, FIQUE POR DENTRO | by | with No Comments

Segundo o delegado responsável pelo caso, crime ocorreu no fim de março.
Nesta quarta-feira (6), suspeito foi ouvido após foto com animal na internet.

06/04/2016 – 15h34
Fabiula Wurmeister,  para o G1 – PR

 

Recinto no Zoológico Municipal de Cascavel (PR) abrigava três jacarés. Foto: Ilair Detoni / Arquivo Pessoal

Recinto no Zoológico Municipal de Cascavel (PR) abrigava três jacarés.
Foto: Ilair Detoni / Arquivo Pessoal

 

A Polícia Civil de Cascavel, no oeste do Paraná, está investigando o furto de um jacaré do zoológico municipal. Segundo o delegado responsável pelo caso, Ademair Braga, o crime foi praticado no fim de março, poucos dias antes de o boletim de ocorrência ser registrado na delegacia.

Nesta quarta-feira (6) um suspeito foi ouvido, mas negou qualquer envolvimento com o desaparecimento do animal. Ele foi chamado para depor depois de postar nas redes socais uma foto com um jacaré. “O suspeito negou que o animal da foto seja o mesmo furtado do zoológico. Disse que adquiriu um jacaré há uns dois anos e que o mantém em um sítio em uma cidade da região”, explicou Braga.

De acordo com o veterinário Ilair Detoni, o animal tem entre 20 e 30 anos, pesa cerca de 60 kg e tem 2,5 metros de comprimento. A princípio, ele e os tratadores imaginaram que o jacaré poderia ter fugido, morrido ou estar escondido em alguma parte do recinto.

“Tivemos que capturar os outros dois jacarés que ficam no mesmo espaço para poder ler o chip de identificação deles e saber qual estava desaparecido. Esvaziamos o lago para confirmar que ele não havia morrido e que não estava no fundo. Verificamos as cercas também e concluímos que ele havia sido roubado mesmo”, apontou ao destacar que a ação deve ter sido planejada e executada por mais de uma pessoa.

O zoológico de Cascavel conta com 350 animais de 50 espécies e é monitorado tanto de dia como de noite. “Durante à noite, a segurança é feita em rondas. E acreditamos que em um dos intervalos o grupo pode ter agido”, comentou Detoni.

A polícia pede a colaboração da população para que repassem informações que possam levar aos suspeitos do furto. As denúncias podem ser feitas anonimamente pelo telefone 197.

Em julho de 2014, o tigre Hu mantido no zoo atacou e dilacerou o braço de um menino que na época tinha 11 anos e passeava pelo local com o pai.

 

CLIQUE AQUI  para notícia original.

 

Pin It

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »

FACEBOOK

APOIADORES

Avina

CRT

Itapemirim

Juniclair

Wise
Scroll to top