Related »

Portal Globo.com – G1 – Jabutis e carnes de animais silvestres são apreendidos no Acre

on fevereiro 27 | em Fauna na Mídia, FIQUE POR DENTRO | by | with No Comments

Ao menos 200 quilos de carnes de animais silvestres foram apreendidos.
Jabutis foram devolvidos à floresta.

Genival Moura – Do G1 AC

Jabutis foram apreendidos pelo ICMBio (Fot Divulgação Pelotão Ambiental)
Jabutis foram apreendidos pelo ICMBio e devolvidos à floresta.
Foto: Divulgação Pelotão Ambiental
Carne de animais silvestres seria comercializada  (Fot Divulgação Pelotão Ambiental)
Carne de animais silvestres seria comercializada.
Foto: Divulgação Pelotão Ambiental
Fiscais do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) apreenderam na última terça-feira (25) pelo menos 200 quilos de carnes de animais silvestres e 90 jabutis, capturados por caçadores na área do Parque Nacional da Serra do Divisor, no oeste do Acre, próximo à fronteira com o Peru.
A operação contou com o apoio do Pelotão Ambiental do 6º Batalhão da Polícia Militar de Cruzeiro do Sul (AC) e da Polícia Civil.
Segundo o analista ambiental do ICMBio, Diogo Koga, os caçadores foram abordados em barcos quando desciam os rios Juruá, Paraná dos Mouras e Juruá Mirim. Com eles foram apreendidas ainda sete espingardas e munição.
“Eram carnes de animais de várias espécies, entre elas, porco do mato, veado, macaco, anta, tatu e aves. Tudo estava sendo levado para a comercialização na cidade, nós realizamos essa operação depois que recebemos denúncias sobre invasão de caçadores. A carne estava imprópria para o consumo e por isso foi incinerada, já os jabutis foram devolvidos à floresta”, explicou.
Na mesma operação foram apreendidos mais de 60 quilos de pedras retirados do leito do Rio Juruá Mirim, o que se configura como extração ilegal de minério. As pedras seriam comercializadas no mercado da região para serem usadas na afiação de facas e facões. Segundo o ICMBio, 13 pessoas foram notificadas e multadas pelo ilícito.
Posteriormente elas serão intimadas para comparecer à Delegacia da Polícia Federal de Cruzeiro do Sul, onde podem responder pelos crimes ambientais praticados. “Essas pessoas teriam que ser conduzidas para a delegacia, mas por se tratar de locais isolados onde a logística é muito complicada, elas serão intimadas e vão responder da mesma forma”, acrescenta Diogo Koga.
O Parque Nacional da Serra do Divisor é uma unidade de conservação de proteção integral que ocupa uma área de 846.633 hectares de floresta e abrange o território de cinco municípios da Região do Vale do Juruá, no Acre.
Veja o vídeo:  http://g1.globo.com/ac/acre/bom-dia-amazonia/videos/t/edicoes/v/200-quilos-de-carne-de-animais-silvestres-foram-apreendidas-na-serra-do-divisor/3177611/
Pin It

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »

Scroll to top