Related »

Portal Globo.com – G1 – No Pará, voluntários ajudam a preservar a tartaruga da Amazônia

on fevereiro 10 | em Fauna na Mídia, FIQUE POR DENTRO | by | with No Comments

Filhotes corriam o risco de morrer por causa do nível do Rio Tapajós.
Onze mil filhotes de tartarugas foram resgatados e lutam para sobreviver.

Do Globo Rural

Foto: Reprodução
Onze mil filhotes de tartaruga foram devolvidos ao Rio Tapajós, em Aveiro, no Pará. O trabalho de resgate foi feito por voluntários de todas as idades.

O Tabuleiro Monte Cristo concentra o maior berçário de tartarugas do estado.

Um grupo de voluntários do Protama, Projeto de Preservação Sustentável das Tartarugas da Amazônia, teve a missão de resgatar os filhotes de tartaruga que corriam o risco de não conseguir sair dos ninhos antes do nível do Rio Tapajós subir. “A água está chegando rápido e a vida das tartarugas fica comprometida”, explica Augusto Martins, coordenador do Protama.

Entre os voluntários, a pequena Daila Pereira, de apenas sete anos, era uma das mais ansiosas para o primeiro contato com as tartaruguinhas. Ela e outras crianças participaram junto com os pais da operação de salvamento dos filhotes.

O período da desova das tartarugas termina no fim deste mês. Em 30 anos de projeto, o Tabuleiro Monte Cristo foi responsável por devolver à natureza cerca de 19 milhões de tartarugas da Amazônia.

O desafio agora é a inclusão da comunidade na preservação dos quelônios. “A política do Ibama, (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis), é preparar as comunidades para que elas assumam este trabalho com responsabilidade”, explica Nicola Tancredi, fiscal do Ibama.
Pin It

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »

Scroll to top