Related »

Portal Globo.com – G1 – Tartarugas em risco de extinção nascem em praia de Vila Velha, ES

on fevereiro 11 | em Fauna na Mídia, FIQUE POR DENTRO | by | with No Comments

Fenômeno é raridade nas praias da Grande Vitória, segundo o projeto.
Tamar disse que normalmente, esta espécie desova nas praias do Norte.

Do G1 ES, com informações de A Gazeta

Foto: Reprodução
Tartarugas em risco de extinção nascem em praia de Vila Velha, Espírito Santo. (Fot Carlos Alberto Silva/ A Gazeta)
Tartarugas em risco de extinção nascem em praia de Vila Velha.
Foto: Carlos Alberto Silva/ A Gazeta
Mais de 60 filhotes de tartaruga da espécie Gigante nasceram no Espírito Santo. (Fot Carlos Alberto Silva/ A Gazeta)
Mais de 60 filhotes de tartaruga da espécie “gigante” nasceram.
Foto: Carlos Alberto Silva/ A Gazeta
Tamar disse que fenômeno é uma raridade nas praias da Grande Vitória, espírito santo. (Fot Carlos Alberto Silva/ A Gazeta)
Tamar disse que fenômeno é raridade nas praias da Grande Vitória.
Foto: Carlos Alberto Silva/ A Gazeta

Mais de 60 filhotes de tartaruga da espécie Gigante, uma das mais raras e ameaçadas de extinção, deixaram três ninhos e ganharam o mar na Praia de Itaparica, em Vila Velha, na tarde desta segunda-feira (10).

O fenômeno é uma raridade nas praias da Grande Vitória, segundo o projeto Tamar.

Os filhotes foram levados para o final da praia para serem soltos na areia bem próximo ao mar. Normalmente, esta espécie desova nas praias do Norte do Espírito Santo, em Regência e Povoação, mas desta vez surpreendeu, desovando em Vila Velha.

Os ovos estavam encubados desde dezembro de 2013 e os filhotes, abandonaram os ninhos por volta das 18h, com ajuda de uma equipe do Tamar.
Segundo os técnicos, quando adultos, eles poderão chegar a pesar 700 quilos, com um casco de até dois metros. Mas de acordo com as estatísticas, somente 1% desses filhotes chegarão à idade adulta.
Em Regência e Conceição da Barra, no Norte do estado, onde a ocorrência da espécie é mais comum, 30 novas tartarugas apareceram para desovar.
Anteriormente, 4 a 12 apareciam. Esta tartaruga tem hábitos oceânicos e como o caso é flexível, parecido com couro, podem mergulhar a mais de mil metros de profundidade em busca de alimento, água viva e medusas, por exemplo.
Segundo o Projeto Tamar, a temporada de desova sempre acontece entre setembro e março. Ao todo, na orla do norte capixaba, foram registrados 1.800 ninhos em 2013.
Já na temporada que se encerra no mês que vem, já há registro de 2.500.

Desova

Durante o período de desova, a tartaruga vão até a areia, escolhem um local, cava um buraco, depositam os ovos e em seguida, enchem o buraco com areia.
Esse processo pode levar até três horas, dependendo da espécie.
Cada tartaruga faz quatro a sete ninhos em uma única temporada. Varia entre 100 e 120 ovos em cada buraco.
Veja o vídeo: http://g1.globo.com/videos/espirito-santo/bom-dia-es/t/edicoes/v/especie-gigante-esta-ameacada-de-extincao-no-brasil/3139367/
Pin It

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »

Scroll to top