Related »

Portal Terra – São Paulo/SP – Resgate de onça parda leva 3 horas em parque de Bauru, SP

on março 13 | em Fauna na Mídia, FIQUE POR DENTRO | by | with No Comments

Talita Zaparolli – Direto de Bauru

 

Animal estava em cima de uma árvore a cerca de 10 metros de altura do solo Fot Divulgação
Animal estava em cima de uma árvore a cerca de 10 metros de altura do solo
Foto: Divulgação
 
Assim que chegaram ao local, os bombeiros e a PM isolaram a área e aguardaram a chegada da equipe do Zoológico de Bauru Fot Divulgação
Os bombeiros e a PM isolaram a área e aguardaram a chegada da equipe do Zoológico de Bauru.
Foto: Divulgação
 
Para retirar o animal da árvore foi lançar dardos com tranquilizante para que a onça caísse em uma rede de proteção estendida sob a árvore Fot Talita Zaparolli / Especial para Terra
Dardos com tranquilizante foram lançados para que a onça caísse em uma rede de proteção estendida sob a árvore.
Foto: Talita Zaparolli / Especial para Terra

A presença de uma onça parda em um parque de Bauru, no interior de São Paulo, mobilizou equipes das polícias Militar e Ambiental, Corpo de Bombeiros e Defesa Civil de Bauru na tarde desta quinta-feira.

 
O resgate do animal, que estava em cima de uma árvore a cerca de 10 metros de altura do solo, só aconteceu quase três horas e meia após ser notado no local.

Inúmeros curiosos se aglomeram no local para ver o animal, também conhecido como sussuarana ou puma brasileiro. O trânsito na avenida Nações Unidas, que passa ao lado do parque Vitória Régia e é uma das principais vias da cidade, precisou ser interditado em um dos períodos em que registra o maior fluxo de veículos. Uma área de aproximadamente 100 metros quadrados em que o animal estava também foi isolada, inclusive para a imprensa, que não pôde se aproximar.

Assim que chegaram ao local, os bombeiros e a PM isolaram a área e aguardaram a chegada da equipe do Zoológico de Bauru. Com a chegada do diretor da instituição, Luís Pires, e de uma veterinária, a estratégia adotada para retirar o animal da árvore foi lançar dardos com tranquilizante para que a onça caísse em uma rede de proteção estendida sob a árvore.

De acordo com o diretor do Zoo, cinco dardos foram disparados, mas apenas três injetaram o anestésico no animal. “O efeito do anestésico leva cerca de 20 a 30 minutos para fazer efeito, mas carga de adrenalina que ele tinha no sangue causada pelo estresse e pelo medo fizeram com que a equipe do Zoo tivesse que usar uma dose acima do usual”, contou.

Pires explica que não se trata de um animal perigoso e que praticamente não existem casos de ataques a seres humanos no Brasil, mas que, acuado e com medo, ele poderia apresentar risco às pessoas e a ele mesmo, já que poderia ser atropelado.

Assim que o anestésico fez efeito, o animal ficou pendurado com apenas as patas dianteiras em um dos galhos por alguns segundos e caiu na rede de proteção.
Em seguida a onça foi colocada numa caixa de madeira e levada para o Zoológico de Bauru. Pires acredita se tratar de um exemplar macho, jovem e que está debilitado. Assim que estiver recuperado, ele será devolvido à natureza. A presença desses animais é comum na região, que ainda tem áreas preservadas de cerrado.

“Há cerca de três meses, foi atropelado um exemplar adulto macho muito próximo do trevo da rodovia Marechal Rondon com a Bauru-Jaú. Então a gente sabe que esses animais estão presentes aqui na região. E a gente acredita que a cada vez isso deve ser mais comum, porque cada vez a cidade invade mais o habitat dessas espécies. Por isso a importância de preservação ambiental de áreas no entorno da nossa cidade”, disse.

Até mesmo o prefeito de Bauru, Rodrigo Agostinho (PMDB), acompanhou o resgate.
Alguns moradores disseram que o animal estava no local desde as 3h, porém, mesmo acionados, os bombeiros não teriam ido ao local.
 
A informação foi negada pelo tenente Victor Félix Tozi Bonfim que ajudou nos trabalhos. “Tive a preocupação de confirmar nosso Cobom (Centro de Operações do Corpo de Bombeiros) e não houve acionamento dos bombeiros de madrugada. O único acionamento aconteceu por volta das 17h”, afirmou
Pin It

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »

Scroll to top