Related »

Turistas ignoram risco de ataque e alimentam onças no Pantanal

on outubro 20 | em Fauna na Mídia, FIQUE POR DENTRO | by | with No Comments

Grupo fez vídeo de prática ilegal e condenada pelos ambientalistas.
Em um dos vídeos, dois animais brigam por um peixe.

20/10/2014 11h28
G1 – Bom Dia Brasil

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

A observação de animais é uma das principais atrações turísticas no Pantanal, onde vive a onça pintada. Só que para atrair as onças e as pessoas poderem ver e tirar selfie com as onças algumas pessoas dão comida. Isso é crime ambiental e um perigo para quem chega perto.

A Serra do Amolar é uma das regiões mais procuradas pelos turistas que visitam o Pantanal. Um grupo gravou imagens de uma prática ilegal e condenada pelos ambientalistas.

Turista 1: Pode soltar?

Turista 2: Não. Deixa ela aí. Desce um pouquinho.

A ceva, que é quando alguém oferece comida para atrair os animais, apesar de comum, é prejudicial ao meio ambiente. No vídeo, os turistas dão um peixe a uma onça, que pega a isca e vai para o meio do mato. Quando isso acontece várias vezes, elas se acostumam a buscar comida no mesmo lugar.

Muitas vezes, os turistas e guias dos passeios ignoram o risco de um ataque. Os barcos ficam bem perto das onças. Em outro vídeo, o bicho chega a pular na árvore para alcançar a isca e acaba caindo. “Olha o tapa que ela deu, cara”, diz um turista no vídeo.

Em um outro vídeo, dois animais brigam por um peixe. A ONG Instituto do Homem Pantaneiro denunciou a prática ilegal ao Ministério Público.

Os ambientalistas afirmam que a denúncia feita ao Ministério Público não tenta proibir o avistamento de onças no Pantanal. O que eles querem é que seja adotada a prática do “turismo de observação responsável”, que não coloque em risco a vida dos animais silvestres, dos ribeirinhos e dos próprios turistas.

“O animal fica vulnerável e as pessoas também e perdem a noção do perigo que elas estão correndo porque é um animal silvestre que está ali esperando alimento. Ele age por instinto. Você não sabe que comportamento ele pode ter naquele momento”, afirma Fernanda Rabelo, secretária-executiva Instituto Homem Pantaneiro.

O Ministério Público Federal pediu mais informações ao Instituto Homem Pantaneiro para encaminhar a denúncia.

ASSISTA ao vídeo.

CLIQUE AQUI para notícia original.

Pin It

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

« »

FACEBOOK

APOIADORES

Avina

CRT

Itapemirim

Juniclair

Wise
Scroll to top