Lançamento de Diagnóstico em Audência Pública na Câmara Federal

Period of implementation:

October / 04 – May / 07

About 100 people, including parliamentarians, heads of government agencies and non-governmental organizations, and representatives of foreign governments, participated in last May 02 public hearing convened by the Environmental Commission of the Federal Chamber – CMADS and the Parliamentary Front environmentalist for submission of diagnosis on the Illegal Trade in Wild Fauna Atlantic Forest. The document – containing 202 pages – is the result of two years of research conducted by RENCTAS and was sponsored by the Critical Ecosystem Partnership Fund – CEPF and support the Alliance for the Conservation of Atlantic Forest, maintained by Conservation International in Brazil and Foundation SOS Mata Atlântica. The presentation of the results of the diagnosis was performed by the Project Coordinator of RENCTAS, Angela White, who was also responsible for conducting the study.

The Coordinator of the Parliamentary Group and Councillor Environmentalist RENCTAS, Mr Sarney Filho said that Congress needs to streamline the implementation of the recommendations made by the two Parliamentary Committees Investigation – PICs that have investigated the trafficking of wild animals. “Parliament has demonstrated its concern about this issue and now need to put in a vote the draft laws that were presented during the performance of PICs,” said the former minister of the environment. The president of CMDS, Nilson Mr Pinto said during the opening of the public hearing, the Commission is available RENCTAS to contribute in whatever is necessary in order to amplify the results of the project. The officially RENCTAS forward to IBAMA and other agencies that participated in making the diagnosis a request for them to give continuity to the process through the database made available to them through the website: www.diagnostico.org.br

Partners:

CEPF and Alliance for the Conservation of Atlantic Forest
capa

Período de execução:

Outubro/ 04 – Maio/ 07

Cerca de 100 pessoas, entre parlamentares, dirigentes de órgãos públicos e de organizações não governamentais, além de representantes de governos estrangeiros, participaram no último dia 02 de maio da audiência pública convocada pela Comissão de Meio Ambiente da Câmara Federal – CMADS e pela Frente Parlamentar Ambientalista para a apresentação do Diagnóstico Sobre o Comércio Ilegal da Fauna Silvestre na Mata Atlântica. O documento – contendo 202 páginas – é o resultado de dois anos de pesquisas realizadas pela RENCTAS e que contou com o patrocínio do Critical Ecosystem Partnership Fund – CEPF e apoio da Aliança para a Conservação da Mata Atlântica, mantida pela Conservação Internacional do Brasil e Fundação SOS Mata Atlântica. A apresentação dos resultados do diagnóstico foi realizada pela Coordenadora de Projetos da Renctas, Angela Branco, que também foi a responsável pela realização do estudo.

O Coordenador da Frente Parlamentar Ambientalista e Conselheiro da RENCTAS, deputado Sarney Filho, afirmou que o Congresso Nacional precisa agilizar a implementação das recomendações formuladas pelas duas Comissões Parlamentares de Inquérito – CPIs que já investigaram o tráfico de animais silvestres. “O Parlamento já demonstrou sua preocupação com esse tema e agora precisa colocar em votação os projetos de leis que foram apresentados durante a realização das CPIs”, afirmou o ex-ministro do meio ambiente. O presidente da CMDS, deputado Nilson Pinto, afirmou durante a abertura da audiência pública que a Comissão está à disposição da RENCTAS para contribuir no que for necessário no sentido de amplificar os resultados do projeto. A RENCTAS encaminhará oficialmente ao IBAMA e aos demais órgãos que participaram da elaboração do diagnóstico uma solicitação para que eles dêem continuidade ao processo, através do banco de dados colocados à disposição dos mesmos através do site: www.diagnostico.org.br

Parceiros:

CEPF e Aliança para a Conservação da Mata Atlântica

capa

Deixe uma resposta