Serviços de veterinária proíbem venda de carne de caça em Malange, Angola

21/10/2014
Portal TPA – Televisão Pública de Angola/Sapo

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Os Serviços de Veterinária em Malanje proibiram a comercialização de carne de caça durante o período de suspeita do vírus do ébola.

De acordo com um documento proveniente daquela instituição, todos produtos, incluindo as carnes comercializadas nos mercados municipais, restaurantes, bares e similares deverão ser inspecionados pelos serviços de veterinária, com vista a aferir a sua qualidade.

A nota refere que o regulamento abrange todos estabelecimentos comerciais que manipulam produtos de origem animal, nomeadamente talhos, peixarias, leitarias, armazéns, lanchonetes, entrepostos frigoríficos, além de matadouros, salsicharias, bares, charcutarias, hotéis e outos.

Segundo o comunicado, o incumprimento dos regulamentos implica a aplicação de multas de acordo com o regulamento da Lei de Sanidade Animal em vigor no país.

CLIQUE AQUI para notícia original.

Deixe uma resposta